Unidade de Gestão de Projetos Especiais realiza encontro de socialização do EIAS Parque Tecnológico Fase II

Unidade de Gestão de Projetos Especiais realiza encontro de socialização do EIAS Parque Tecnológico Fase II

Home | Noticias | Unidade de Gestão de Projetos Especiais realiza encontro de socialização do EIAS Parque Tecnológico Fase II

Unidade de Gestão de Projetos Especiais realiza encontro de socialização do EIAS Parque Tecnológico Fase II

08 agosto, 2022
Unidade de Gestão de Projetos Especiais realiza encontro de socialização do EIAS Parque Tecnológico Fase II

A Unidade de Gestão de Projetos Especiais realizou um encontro de socialização do Estudo de Impactes Ambiental e Social – EIAS do Projeto Parque Tecnológico, com objetivo de promover a reflexão sobre eventuais impactes da implementação deste projeto.

 

A sessão que decorreu nesta segunda-feira, 08 de agosto, na sala de reuniões da UGPE, procurou fomentar diálogo sobre os impactes ambientais e sociais previstos através deste estudo, que advêm das ações de equipamento e início de funcionamento Parque Tecnológico de Cabo Verde.

 

Com o arranque da segunda fase do Projeto Parque Tecnológico houve a necessidade da realização deste estudo levado a cabo através de uma consultoria de três meses (maio, junho e julho), realizado sob a liderança da Eng. Margarida Santos.

 

Conforme a consultora Margaria Santos, que na ocasião procedeu à apresentação das evidencias, este estudo prevê medidas de mitigação para todos descritores ambientais que possam eventualmente ser alterados, em conformidade com a legislação nacional para o ambiente, as convenções ambientais internacionais das quais o país é signatário, e do Sistema Integrado de Salvaguardas do Banco Africano de Desenvolvimento.

 

A UGPE, dentro das suas atribuições de gestão fiduciária deste investimento, esteve representado neste encontro, pelo gestor do Projeto Parque Tecnológico, Carlos Delgado, pela Especialista Ambiental e Social, Larissa Varela e pelo Eng. Civil do Projeto Parque Tecnológico, Carlos Pinheiro.

 

A Nosi, entidade executora, através do TechParkCV, esteve representada pelo Presidente do Conselho de Administração, Carlos Monteiro, e pela Administradora Executiva, Itilde Martins.

 

De realçar que, o Projeto Parque Tecnológico visa dinamizar o cluster TIC, posicionando Cabo Verde como um centro internacional de prestação de serviços e como Porta de Entrada em África para as empresas internacionais líderes no sector. E neste âmbito o Governo de Cabo Verde mobilizou no quadro de parceria com o Banco Africano de Desenvolvimento para o seu financiamento $38,166,800.00 (USD).

 

Partilhar